A DIVERSIDADE DA MOBILIDADE

A necessidade faz as pessoas se movimentarem em busca de tudo o que a cidade oferece: trabalho, escola, saúde, justiça, questões da administração pública, laser. O Estatuto da Cidade confere esse direito à cidade.

Há muitas maneiras das pessoas se movimentarem, ou como se diz tecnicamente, há muitos modos: a pé, de bicicleta, de transporte público, por automóvel particular, por sistemas por aplicativo e, ainda, pelos modos autopropulsores, como skates, patinetes, etc.

As cidades comportam todos estes modos de viagem, cada qual dentro de suas razões, e todos são mais eficientes de maior qualidade se são integrados, de maneira a aumentar as opções de viagem da população.

As melhores práticas devem buscar a eficiência, redução de emissões de poluentes, redução de acidentes, redução de tempos de viagem e redução de custos, conforto para as pessoas, melhor qualidade de vida e outros benefícios sociais.