Ciclomobilidade

BICLICLETAS NÃO POLUEM E FAZEM BEM À SAÚDE

Bicicleta é um dos modos de transporte dos mais antigos no mundo e também no Brasil, muito utilizado para toda a forma de deslocamento, seja para ir ao trabalho, para ir às compras, aos bancos ou órgãos públicos e também para o lazer.

Na época em que era muito mais difundido seu uso em comparação com o uso de automóvel, usava-se bicicleta mesmo em dias de chuva, portando-se guarda-chuvas enquanto se dirigia. Nada disso foi obstáculo para o seu uso.

Até a década de 1970, onde era mais abundante, embora ainda se veja, era notável os imensos bicicletários na entrada das fábricas, tal a frequência do seu uso pelos operários. Com o trânsito mais intenso nas vias urbanas, e a falta de tratamento adequado de segurança, seu uso ficou menos evidente nos grandes centros urbanos, embora em cidades pequenas ou médias o uso é muito mais usual.

É fundamental que seu uso seja incentivado pelas vantagens naturais que tem, não produzindo emissões de poluentes e ainda contribuindo para a saúde do seu usuários. Por outro lado, é indispensável que a administração pública prover vias mais seguras e ainda segregação da sua circulação na via ou regras de compartilhamento de tráfego.

Veja aqui casos de sucesso: